Baú das Dobraduras é um blog educacional com sugestões de origami e tangram para educadores e admiradores desta arte em papel. Iniciado em 2/1/2008.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Texto 1: Introdução

BRINCANDO COM ORIGAMI
Oficina de Ivanise Meyer
Prof.ª da SME do Rio de Janeiro
* * *
O hábito de fazer figuras com papéis dobrados é tão antigo quanto a origem do papel. Deve-se ao Japão a primazia de ter codificado, aprimorado e divulgado a prática do origami, como ele é conhecido hoje no mundo inteiro. Ori (dobrar) + kami (papel) = origami ou a arte de dobrar papel.
Papéis que podem ser utilizados na escola: papel glacê (por ser branco no verso, facilita a visualização das dobras), papel sulfite (permite a realização de dobraduras combinando desenhos, pinturas, colagens e recortes), papel laminado (de manuseio difícil, pois amassa facilmente). Pode-se aproveitar: papel kraft (para dobraduras de grande porte), papel manilha, papéis de sucata (jornais, revistas, etc).
A atividade de manipular um folha de papel lisa, amassada, torcida ou mesmo dobrada é importante para o desenvolvimento sensório-motor da criança, levando-a a executar movimentos e produzir ruídos.
A manipulação do papel numa brincadeira conduz à estimulaçao das funções psicomotoras, contribuindo por excelência para o desenvolvimento da coordenação motora fina.
Algumas atividades para "aquecimento": canções acompanhadas de gestos que estimulem os dedos para os movimentos durante a dobradura. Brincar de "faz-de-conta" desinibe e propicia a criatividade, sem aquela responsabilidade em acertar e ter que fazer bonito. Evite julgamento do tipo "bonito/feio", "certo/errado", preferindo expressões como: "interessante", "original", "diferente", "divertido", "que legal"!
Após cada manipulação da folha de papel, em quaisquer das fases (amassar, desamassar, dobrar, torcer, rasgar, picar, enrolar, etc) estimule a criança a compor cenários com as dobraduras ou, simplesmente, depois de colada a figura numa folha, a contornar sua volta com materiais como: barbante, lápis de cor, giz de cera, grãos, etc. Dessa forma a criança adquire e reforça a noção de delimitação de espaço.
O objetivo desta oficina para professores é trazer algumas formas básicas do origami que possam ser trabalhadas com as crianças no seu dia-a-dia na escola. As dobraduras são de nível fácil (ou iniciante). Existem inúmeras dobraduras, porém estas foram as selecionadas para a oficina.


Fonte bibliográfica: A arte-magia das dobraduras, da Ed. Scipione.
Caso você queria avançar nas suas dobraduras, sugiro este site:


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...